Nosso Canal no

MALHANDO O TRIGO NO LAGAR

Juízes 6

“Porém os filhos de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor; e o Senhor os deu na mão dos midianitas por sete anos (...) Assim Israel empobreceu muito pela presença dos midianitas; então os filhos de Israel clamaram ao Senhor. (...) o anjo do Senhor veio e assentou-se debaixo do carvalho que está em Ofra, que pertencia a Joás, abiezrita; e Gideão, seu filho, estava malhando o trigo no lagar, para salvar dos midianitas. Então o anjo do Senhor lhe aparece e lhe disse: O Senhor é contigo varão valoroso. Mas Gideão lhe respondeu: Ai, Senhor meu, se o Senhor é conosco porque isso nos sobreveio ? E que é feito de todas as maravilhas que nossos pais nos contaram dizendo: Não nos fez o Senhor subir do Egito? Porém agora o Senhor nos desamparou e nos deu nas mãos dos midianitas. Então o Senhor olhou para ele,e disse: Vai nesta tua força e livrarás Israel da mão dos midianitas; porventura não te enviei eu? E ele disse: Ai, Senhor meu, com que livrarei a Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu o menor na casa de meu Pai. (...) Se agora tenho eu achado graça aos teus olhos, dá-me um sinal de que és o que comigo falas. (...) Então viu Gideão que era o anjo do Senhor, e disse Gideão: Ah! Senhor Jeová, que eu vi o anjo do Senhor face a face. Porém o Senhor lhe disse: Paz seja contigo; não temas, não morrerás. (...) E aconteceu, naquela mesma noite, que o Senhor lhe disse:Toma o boi de teu pai, a saber, o segundo boi de sete anos, e derriba o altar de baal, que é de teu pai, e corta o bosque que está ao pé dele.”

Vamos considerar alguns aspectos que contribuirá para a nossa meditação.

1-       O LIVRO DOS JUÍZES-  época entre Josué e a instalação da monarquia de  Israel. Um período que durou cerca de 350 anos até que o último juiz Samuel, ungiu Saul, o primeiro rei de Israel. E treze juízes são mencionados no livro, mas na bíblia há um total de quinze, dado que Eli e Samuel são considerados juízes.

Mesmo na infidelidade do povo de Israel, Deus foi  fiel e misericordioso para com eles. Embora a maioria do povo se rebelasse; por diversas vezes o Senhor Deus libertou o seu povo e resguardou um remanescente.  Deus ouviu o clamor dos filhos de Israel.

2- A VOCAÇÃO DE GIDEÃO: chamado como de Jeremias e de Moises. Questionamento sobre o chamado. Ele confrontou as palavras do anjo, quando disse: “...Vai nesta força e livrarás a Israel da mão dos midianitas, porventura não te enviei eu?”

Confronto: Porque eu? “Eis que a minha família é a mais POBRE (*faltava-lhe poder e fé)  em Manassés (significa:  esquecimento). EU O MENOR  NA CASA DE MEU PAI.” (Gideão sentia-se despreparado para exercer o chamado).

Deus chama quem Ele quer e o capacita para a seara. “Deus escolhe as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes. “Deus escolhe as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são.” (I Co 1:27b e 28)

Quero abriu um parêntese para testemunhar algo sobre o meu chamado: ”Aos quarenta anos de idade Deus levantou profetas para confirmar algo que já havia ministrado em meu coração. Disse que me chamava para escrever livros e com isso me levaria às nações. Naquele momento estava cursando o segundo curso de graduação: Direito (que para mim seria uma realização pessoal de grande importância, pois almejava ser promotora de justiça  e eu acreditava que seria). Mas a primeira condição para ser forjada a esta missão foi que o Pai me pediu para trancar o curso de Direito. O impacto das experiências de arrebatamento que tive (como já mencionados nos livros) foi tão deslumbrante, que não hesitei em obedecer; mesmo sendo loucura para alguns. Porém, acreditei na promessa profética, mesmo sem saber como seria. E hoje depois de seis anos (2011), para a glória de Deus, já escrevi três livros e já estive em nove países, ministrando em cultos e ou realizando atos proféticos (juntamente com outros irmãos missionários  e pastores). A preparação para a batalha até aqui não foi fácil, mas “até aqui nos ajudou o Senhor”. Dói renunciar nosso próprio eu.  Contudo, tenho buscado constantemente ouvir a sua voz e entender qual é  o centro de sua vontade”.

3-    O ANJO DO SENHOR – É o próprio Senhor falando. Manifestação de Cristo, a segunda pessoa da Trindade. Aparições visíveis temporárias de Cristo em forma humana no Antigo Testamento são chamadas de teofanias, ou melhor, cristofanias.  (*Fonte: bíblia de estudo profética – Tim Lahaye)

O anjo do Senhor a pareceu e assentou-se debaixo do carvalho, indicando nesta circunstância: sombra – esperança- boas novas.

E Gideão estava malhando o trigo no lagar e não na eira. POR QUÊ ?

MALHAR O TRIGO NO LAGAR – era uma estratégia para proteger a colheita da mão dos midianitas.

4-      O LAGAR – é um local escondido onde se pisa os frutos (Uvas, azeitonas...) para separar a parte líquida da sólida.

A EIRA -  é um espaço plano com um chão duro, de dimensões variáveis, onde os cereais, eram malhados e peneirados, depois de colhidos, com vista a separar a palha e outros detritos dos grãos de cereais. (Fonte:- pt.wikipedia.org/wiki/Eira).

Seria o lugar ideal – campo aberto e ventilado  – para malhar o trigo (retirando a palha, batendo ou pisando sobre os cereais).

A atitude de Gideão em malhar o trigo no lagar, significava estratégia,  posição, esforço, coragem e atitude de guerreiro. Lutar sem se entregar as circunstâncias.

Quando o anjo do Senhor apareceu a Gideão, ele estava amargurado, recuado, com medo, escondido da mira dos inimigos, porém vencendo os desafios. Seu objetivo era apenas se sustentar. Ele era agricultor. O seu povo fizera para si esconderijos nas cavernas, nas fortalezas e nas montanhas visando esconder dos midianitas opressores, que como enxames de gafanhotos, invadiam a terra dos israelitas para devastá-la. Por isso  questionou o seu chamado e fez prova de Deus.

5-      O SENHOR É CONTIGO, VARÃO VALOROSO! - Disse o anjo do Senhor.

Gideão lembrou-se dos acontecimentos de livramento que Deus concedera ao povo de Israel quando o Senhor os fez subir do Egito, e indagou sobre o sofrimento de humilhação daquele momento. Mas, tudo isso sobreveio sobre o povo devido à desobediência, como a rebeldia e o pecado de idolatria.

Podemos então observar que o povo de Israel vivia de lembranças boas e experiências com Deus, no passado. O que os levaram a se arrepender e a  clamar por socorro. “Não nos fez o Senhor subir do Egito?”

“Porém agora o Senhor nos desamparou e nos deu nas mãos dos midianitas”.

6-      QUEM ERA OS MIDIANITAS?

Os midianitas eram povos nômades árabes dos desertos da Síria e da Arábia. Esse povo oprimia Israel roubando suas colheitas e também seus animais .Eles tinham invadido a parte central da Palestina. Em um de seus ataques eles mataram os irmãos de Gideão, em Tabor. Foi então que Gideão recebeu uma experiência com Deus, onde o Anjo do Senhor o chamou, para fazer dele o libertador de Israel. (*Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gideão)

7-     DÚVIDAS DE GIDEÃO – Ele não conseguia entender o porquê de tanto sofrimento e o porquê de seu chamado e pede com sinceridade, ao anjo do Senhor: DÁ-ME UM SINAL. (Jz 6:17-18 – 36-40). Ele precisava ter certeza de que era mesmo Deus falando com ele.

GIDEÃO CREU NO SINAL -  após certificar-se que verdadeiramente era o anjo do Senhor que falara com ele, “(...) eu vi o anjo do Senhor face a face!” (v.22), Gideão demonstra sua ousadia e coragem ( “Varão valoroso”) atendendo a ordenação do Senhor: “(...) derriba o altar de baal, que é de teu pai, e corta o bosque que está ao pé dele.”(...) E toma o segundo boi e o oferecerás em holocaustos com a lenha que cortares do bosque.” (v.25-26)

Ao atendermos ao chamado de Deus, começam-se os concertos em nossa própria casa.

8-      UMA MUDANÇA RADICAL Deus ordenou a Gideão – contra a idolatria hereditária.

O cortar do bosque (proteção em volta). A lenha que foi cortada do bosque foi queimada no holocausto a Deus. O que nos leva a entender que liderar exige sacrifício pessoal, concerto,  renúncia e coragem; e muitas vezes se faz necessário quebrar paradigmas. E O Senhor enquanto nos forja para a guerra molda a nossa vida, nos faz passar pelo fogo da purificação e da santidade. E o importante é OBEDECER. Não importa as adversidades que sobrevier, se estivermos  no centro da vontade de Deus, ouviremos o Senhor dizer: “ PAZ SEJA CONTIGO, NÃO TEMAS!

Pra Uleidice Rocha – 09-11-11